Pensamentos Maus

Como Lidar com Maus Pensamentos

Olá pastor Davi,

Venho aqui pedir que você se possível me esclarecesse uma dúvida que me surgiu este tempo na minha caminhada
cristã. No que diz respeito à santificação, a Bíblia diz que devemos levar todo pensamento cativo à obediência de Cristo e que nossa mente deve ser ocupado com aquilo que é agradável a Deus(Fp 4:6).

Segundo um psicólogo, em nossa mente surgem milhares de pensamentos todos os dias. Estive falando com um colega cristão que teve síndrome do pânico na luta contra pensamentos que invadiam sua mente. Para mim tem sido difícil lutar contra todos os pensamentos que se passam em minha mente.  No que diz respeito à repreensão de pensamentos em voz alta. Isso é bíblico? Como lutar de forma SADIA em nossa caminhada cristã contra os milhares de pensamentos que invadem nossa mente, principalmente aqueles lançados por Satanás? Como proceder quando um pensamento que desagrade a Deus surge em nossa mente?

Obrigado pela atenção,

 

Amigo:

Obrigado pela carta.  Boas perguntas.  Arriscarei algumas respostas breves.

Primeiro, concordo que passam em nossa cabeça milhares de pensamentos por dia.  E os nossos pensamentos revelam o que realmente somos, pois refletem o que a Bíblia chama nosso "coração". "De dentro, do coração dos homens é que procedem os maus desígnios, a prostituição, os furtos, os homicídios, os adultérios . . . ora todos estes males vêm de dentro e contaminam o homem" (Mc 7.21-24). Por isso temos que "guardar o coração" (Pv 4.23) e "renovar a mente" (Rm 12.1,2).  Então nossa luta não é superficial ou externa, mas uma luta no fundo do nosso ser.

Acontece que TODOS nós, enquanto nessa terra, experimentamos derrotas aqui.  Inclusive, quanto mais tempo "em Cristo", como verdadeiro filho de Deus, mais sujeira detectamos em nosso coração (pensamentos).  Deus é gracioso, e não revela TUDO de uma só vez.  Mas enquanto crescemos na graça, percebemos mais e mais em nós mesmos que não agrada a Deus.  O alvo da vida cristã é justamente trazer todos os pensamentos cativo a Cristo, ou seja, de sermos "esculpidos" conforme a imagem de Cristo (Rm 8.29, Fp 1.6, 2 Co 3.18, etc.).  Um dia essa obra será completa, quando vemos Cristo (1 Jo 3.1,2; Fp 1.6), mas até então, muita luta.

Como enfrentarmos, então, essa luta com nossos pensamentos?

1) Reconhecer que refletem nosso coração, que é e continuará MUITO carente.

2) Identificar nossa necessidade de Cristo Jesus para transformar nossos pensamentos momento após momento.  Temos que correr até a cruz, onde Cristo já pagou o preço de TODOS os nossos pecados.  Sua graça nos motiva a agradá-lo, inclusive em nossos pensamentos (Hb 4.16).

3) Temos que "renovar a mente" como parte do processo de entregar nosso corpo (que inclui a mente) a Deus (Rm 12.1,2).  Esse processo é contínuo, uma batalha travada por dentro, em que substituimos o que é mal pelo bom.  Passos práticos de renovação da mente podem incluir: recitar textos bíblicos; orar; cantar; trocar o pensamento mal por outro objeto, etc.  Quanto à repreensão verbal, tenho minhas dúvidas.  Parece mais "feitiçaria" ou "mágica" do que um processo bíblico.

4) Precisamos tomar passos concretos para fugir do mal.  Rm 13.14 ensina que não devemos alimentar a carne, ou seja, tomar providências para gratificá-la.  Entendo que devemos lutar de forma prática para evitar tentações que alimentam a carne.  Por exemplo, nós homens temos que fugir da imoralidade--evitando novelas, revistas, outdoor, etc. que provocam em nós pensamentos impuros.  Esse passo é muito mais prático do que repreender em voz alta maus pensamentos, mas continuar voltando para as mesmas fontes que nos levam para o mal.

5) Mesmo quando falhamos, precisamos correr de volta para Cristo, confessar nosso pecado, e clamar a Ele por vitória.

6) Temos que continuar crescendo na graça e no conhecimento de Cristo e Sua verdade.  Por isso, temos que re-programar nossa mente com a Palavra dEle, digerindo sempre o texto bíblico, para "re-fazer a cabeça".

Tenho grande dúvida se Satanás é a fonte dos nossos pensamentos maus.  Não me lembro de um texto bíblico que ensina que Satanás tem acesso a meus pensamentos.  Ele não é onisciente, como Deus.  Esse é um grande engano na igreja de hoje.  Atribuímos poderes a Satanás que quase o colocam no nível de Deus.  Ele certamente entende a natureza humana, e pode nos tentar usando métodos que sabe funcionam, mas dizer que ele é o responsável pelos meus pensamentos vai além das Escrituras, e acaba me aliviando da responsabilidade pessoal.  Acabo identificando o problema em alguém fora de mim, quando de fato o problema principal sou EU!  Mas graças a Deus pela Sua graça que ainda nos aceita e perdoa.  Essa é uma luta que todos nós travamos até a glória.

Espero que isso lhe ajude.

Pr. Davi Merkh