46- Visão Separada de Vida ou Visão de Vida Separada (Stembro 2005)

VISÃO SEPARADA DE VIDA OU VISÃO DE VIDA SEPARADA?

Certa vez, um jovem procurou seu pastor e disse que estava pensando em servir a Deus abandonando seus estudos e sua futura profissão para tornar-se um pastor. Dizia ele: “Tudo o que eu quero é servir a Deus, abandonar as coisas do mundo e consagrar minha vida a Jesus”.

Isto parece ser muito nobre, e pode ser se realmente houver um entendimento da dinâmica do chamado de Deus. Antes de estar pastor, eu sou um cristão, e devo andar de modo digno da vocação à qual fui chamado, isto é, ser cristão.

Foi o próprio Senhor Jesus quem disse que a sociedade precisa ser salgada e iluminada, portanto, “retirar-se” dela e pensar que só se serve a Deus sendo pastor ou missionário não é bom.

Em todas as áreas existem bons cristãos trabalhando, vibrando com a sua fé e que não seriam bons missionários ou pastores se abandonassem tudo. Não posso deixar de dizer também que alguns pastores estão no lugar errado e deveriam ser profissionais em outras atividades chamadas “seculares”. Isto pode ser fruto da disseminação do conceito de que somente sendo pastor ou missionário servem integralmente a Deus.

um episódio na vida de Martinho Lutero que ilustra bem isto. Um sapateiro que se convertera perguntou-lhe o que deveria fazer para servir bem a Deus. Lutero respondeu: “Fabrique o melhor sapato e venda-o por um preço justo.” A maneira dele servir a Deus seria pela sua competência e pela sua honestidade. Afinal, aqueles que seguem a Jesus Cristo devem ser os melhores no que fazem e devem ter caráter. Para isso, não precisa ser culto, não precisa ser numa área de destaque ou de posição na sociedade. Pode ser numa profissão humilde. O que não pode, em qualquer área, é ser medíocre.

Martinho Lutero causou uma celeuma ao defender o sacerdócio universal dos crentes e combater o pensamento de que o serviço a Deus só acontecia num prédio chamado “igreja”. O foco de Lutero estava na vida que devemos viver num lugar chamado mundo.

 

O serviço a Deus não é algo que acontece somente na igreja, e muito menos é serviço somente para quem cursou teologia e é sustentado ou remunerado para isto. Antes de ser um engenheiro, você é um cristão, e deve usar sua prancheta e suas obras para testemunhar isso; antes de ser um comerciante, você é um cristão, e deve usar seu balcão para testemunhar isso; antes de ser um dentista ou um médico, você é um cristão e deve usar seu consultório para testemunhar isso; antes de ser um pedreiro, você é um cristão e deve usar sua colher e prumo para testemunhar isso. Enfim, a profissão que o Senhor permitiu que você tivesse deve ser o seu púlpito. Se Deus o chamar para dedicação exclusiva ao ministério pastoral, ótimo. Se não, lembre-se que a vida toda é um dom de Deus. Sirva-O com sua profissão.

 

O título da pastoral pode confundir um pouco. A visão separada de vida significa alienar-se do mundo e achar que para servir a Deus é necessário dedicação exclusiva ao ministério ou que isto só acontece na “igreja”. Visão de vida separada significa entender o propósito de Deus em colocar você onde você está para ali iluminar os que estão em trevas e manifestar a fragrância do perfume de Cristo.

 

Um crente melhora o mundo, inclusive com sua vida profissional. Honra a Deus em qualquer área e em qualquer lugar.

 

De um cristão, que está seu pastor.

 

Silas Arbolato da Cunha

Setembro/2005